terça-feira, 9 de agosto de 2022 - 09/08/2022 04:09:01
Mundo Atualizado Portal Útil

Publicado por admin em 21/07/2022 às 00:23.

Os pés são bastante exigentes em termos de cuidados. Muitas vezes, o cuidado com a pele é negligenciado. Esses lugares são cuidados sazonalmente, geralmente nos finais de semana. Por esse motivo, os pés costumam estar secos, rachados e feios. Você sabe como cuidar dos pés?

Um dos elementos básicos que ajudam a cuidar da sua condição não só no verão, mas também durante todo o ano, é um creme para os pés devidamente selecionado. O que deve incluir? O que considerar na hora de escolhê-lo? Por que a pele dos pés é tão difícil de cuidar?

O que este artigo aborda:

Pele do pé: pelo que é caracterizada? Por que seu cuidado é exigente?

Nos pés, a pele é a mais grossa. Para comparação, a espessura da epiderme do pé é de cerca de 4 mm e, em outras partes do corpo, varia de 0,5 a 2,5 mm. Por isso, seus cuidados exigem mais paciência e os efeitos demoram mais para aparecer. Os ingredientes ativos dos cremes e os efeitos dos tratamentos de cuidado devem romper a camada sólida da epiderme.

Outra característica é o forte e intenso processo de queratinização da pele dos pés. Tem uma alta tendência ao endurecimento, o que é adicionalmente reforçado por vários fatores físicos, por exemplo:

– Calçado muito apertado,

– Defeitos de postura (distribuição de pressão desigual).

Por esse motivo, os calos geralmente aparecem nos pés (especialmente nos calcanhares ou nos dedos).

A derme dos pés é desprovida de glândulas sebáceas e folículos pilosos. A ausência de glândulas sebáceas é particularmente aguda quando se trata de pele seca. Eles são responsáveis ​​pela produção de sebo, que tem um efeito protetor e lubrificante. Sua ausência contribui para aumentar a suscetibilidade à rugosidade, secura e rachaduras.

Os pés também possuem inúmeras glândulas sudoríparas (cerca de 300.000), que por sua vez, com a higiene inadequada dos pés, tornam-se substrato para o desenvolvimento de diversas infecções, na maioria das vezes micoses. Tudo graças a uma umidade bastante elevada, ideal para a existência de microrganismos patogênicos.

Os pés são muito bem supridos de sangue. No caso de seus cuidados, a condição do sistema circulatório é de particular importância, pois suas doenças podem se traduzir em uma pior condição da pele dos pés.

O cuidado com a pele dos pés deve ser crucial, especialmente para diabéticos e pessoas com DA. Caso contrário, queixas imperceptíveis podem causar inflamação grave e piorar o curso da doença existente.

As causas da pele excessivamente seca dos pés

A pele dos pés é muito exigente, portanto, a principal causa de seu ressecamento é a negligência dos cuidados. Este conceito inclui não apenas o uso de cremes para os pés adequados, mas também a remoção mecânica regular da epiderme calejada. O melhor é fazer isso com um ralador/moedor, pois a pedra-pomes esfrega demais e pode fazer a pele crescer ainda mais.

Além do cuidado, o calçado é de fundamental importância. O uso de sapatos femininos muito apertados ou saltos altos com pontas promove o endurecimento local da pele devido à alta pressão aplicada. A formação de uma camada mais espessa de pele é uma espécie de mecanismo de defesa.

Os pés, carregando todo o peso do corpo todos os dias, protegem-se com pressão adicional e irregular na forma de maior dureza da pele. Assim, eles querem se proporcionar um melhor amortecimento.

Que creme usar para cuidar dos pés?

Os outros motivos são:

– Distúrbios hormonais ou fatores genéticos (a tendência a queratinizar a pele dos calcanhares pode ser herdada),

– Defeitos posturais ou outros distúrbios relacionados ao movimento adequado.

Problemas com a manutenção do bom estado da pele dos pés também podem resultar do curso de algumas doenças metabólicas, por exemplo, diabetes ou hipertensão. A insuficiência venosa, ou seja, varizes populares, também não é propícia para manter a condição adequada da pele dos pés.

A pele seca entre os dedos dos pés e tende a descascar pode sinalizar o pé do atleta. Além disso, os sintomas que podem aparecer incluem cheiro desagradável dos pés e amarelecimento da lâmina ungueal. Você pode pegar o fungo na piscina ou em outros locais públicos. A higiene inadequada dos pés também leva a isso.

Problemas de pele nos pés e escolha do creme certo

Ao escolher um creme para os pés, você deve ser guiado principalmente pelas necessidades da pele. Eles são um pouco diferentes e podem mudar. Os problemas de pele dos pés mais comuns dizem respeito a:

– Seco e áspero, ocasionalmente pode ocorrer uma sensação de queimação;
– Calcanhares rachando,
– Descamação,
– Suor excessivo,
– Bolhas e escoriações que causam desconforto.

O que um bom creme cuidar dos pés deve conter?

Um bom creme para os pés deve se concentrar principalmente nas necessidades da pele exigente. Deve, portanto, conter ingredientes ativos com efeito hidratante e suavizante. Algumas das substâncias mais importantes no cuidado da pele dos pés estão listadas abaixo.

Ureia: é quase o ingrediente mais importante para cuidar do bom estado desta parte do corpo. Tudo por causa de sua capacidade de reter água (é um umectante) e esfoliar a pele morta. Como resultado, hidrata profundamente e regenera a pele. É seguro porque o próprio corpo humano o produz em baixas concentrações.

A uréia pode ser encontrada em diversas concentrações, e a escolha da mais adequada depende das necessidades atuais da pele. A concentração de 2-10% tem um efeito hidratante e suavizante.

Esta é a dose ideal para a pele não problemática. A concentração de 10-30% tem um efeito suavizante mais forte e aumenta adicionalmente a absorção de outros ingredientes. Concentrações acima de 30% a 50% têm um efeito suavizante muito forte e podem influenciar a produção de células epidérmicas.

Manteiga de Karité: também conhecida como manteiga de karité. É feito de óleo obtido das nozes da árvore de mesmo nome. A manteiga de karité tem fortes propriedades hidratantes e hidratantes. Tende a reter água na epiderme. Além disso, é uma fonte de ácidos saturados e insaturados, bem como vitaminas A e E.

Como resultado, regenera e nutre fortemente a pele, tornando-a suave e hidratada. Este ingrediente tem propriedades anti-inflamatórias e bactericidas. Possui propriedades antioxidantes, que retardam o processo de envelhecimento da pele e inibem os efeitos destrutivos do estresse oxidativo.

Elastina: Esta é uma proteína que ocorre naturalmente no corpo. A elastina afeta principalmente a firmeza e a suavidade da pele. Sua síntese diminui com a idade, portanto, para hidratar a pele, deve-se usar cremes com seu conteúdo. Proporciona hidratação retendo a água, o que torna a sua presença desejável em cremes para os pés.

Como cuidar dos pés?

Os pés merecem um cuidado excepcional. A base absoluta é lavá-los diariamente, de preferência com um gel especial para os pés com propriedades antibacterianas. Após a lavagem, limpe-os bem – usar meias ou sapatos nos pés levemente úmidos cria um ambiente ideal para o desenvolvimento de micoses (umidade e calor).

Você também deve remover regularmente a epiderme calosa, de preferência com uma frisadora ou ralador de calcanhar. A pedra-pomes pode ser muito afiada e fazer com que a pele volte a crescer ainda mais.

Para facilitar o tratamento, vale a pena mergulhar os pés em água morna com a adição de, por exemplo, sal de cozinha. Uma esfoliação nos pés também pode ser realizada para pré-suavizar a pele e facilitar a remoção da epiderme. O passo final é massagear com um creme para os pés adequado.

1

Pode ser do seu interesse

Retinoblastoma: o que observar para buscar o diagnóstico precoce?

Retinoblastoma: o que observar para buscar o diagnóstico precoce?

Como tratar terçol

Como tratar terçol

Como tratar queimadura de moto

Como tratar queimadura de moto

Alimentos que ajudam a ganhar massa muscular

Alimentos que ajudam a ganhar massa muscular

Vacinas que devem ser tomadas ao longo da vida

Vacinas que devem ser tomadas ao longo da vida

Preço de Cirurgia Plástica Facial

Preço de Cirurgia Plástica Facial