terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 21:30:16
Mundo Atualizado Portal Útil

Iniciar um negócio online é um caminho em que muitas decisões devem ser tomadas. E quem opta pelo e-commerce sabe que escolher quais roupas para revender em sua loja é um dos mais importantes.

Esteja você no processo de criação da sua loja online ou se estiver pensando em renovar seu estoque, a primeira coisa que você precisa fazer é conhecer bem o seu nicho de mercado. Estudar seu público-alvo lhe dará muitas informações para incluir artigos e designs em seu catálogo que permitirão que você venda seus produtos com mais facilidade.

Como escolher roupas para revender? Veja 7 aspectos-chave

O que este artigo aborda:

Princípios básicos para adicionar roupas para revender em sua loja online

O sucesso a longo prazo dos produtos que você inclui em seu comércio eletrônico dependerá de vários aspectos:

do seu público-alvo: Ter produtos valiosos para seus clientes é uma boa maneira de se diferenciar e começar a chamar a atenção deles.
do mesmo produto: Garantir a qualidade dos seus produtos é um requisito básico para competir, conquistar a confiança dos seus clientes e garantir a sustentabilidade a longo prazo do seu negócio.
de critérios econômicos: De pouco servirá vender excelentes produtos relacionados aos interesses do seu público, se você não conseguir rentabilizar a sua venda. O custo de seus produtos e a estratégia de preços que você aplica ao seu negócio serão cruciais.

Em suma, suas roupas para revender serão mais populares e mais propensos a serem bem-sucedidos se seguirem esta fórmula:

Produtos em sua loja = valiosos para seu nicho de mercado + itens de qualidade + rentáveis ​​para seu negócio.

Neste artigo aqui no Mundo Atualizado, vamos nos concentrar no primeiro ponto. Assim você descobrirá quais são os principais atributos tangíveis e intangíveis que você deve levar em conta na hora de selecionar produtos irresistíveis para o seu público.

1. Utilitário

Pode parecer óbvio, mas nem todas as empresas têm em mente que seu produto ou serviço deve ser útil para seu nicho. Quem gostaria de encher sua loja com produtos ótimos que simplesmente não se esgotam?

Fazer pesquisa de mercado é a melhor forma de avaliar e validar suas ideias. Mas se você não tem tempo ou recursos para fazer uma análise muito exaustiva, pelo menos se coloque no lugar de seus consumidores para testar seus produtos antes de adicioná-los à sua loja:

● Que necessidade o produto cobre? Por exemplo, facilidade de uso, conforto, economia de tempo, estética, sensação de pertencimento…
● Seu público está ciente de que eles têm essas necessidades?
● Quais soluções sua concorrência oferece? Você pode melhorá-los?
● Você conseguirá fazer com que seu público perceba essas melhorias?

Por exemplo, no setor de moda fitness, camisetas com tecidos respiráveis, de secagem rápida e toque macio atendem às necessidades básicas. Enquanto as leggings estão disponíveis em uma variedade de cores e estilos atendem a necessidades secundárias, mas igualmente importantes. O que se aplica no seu caso?

2. Materiais e processo de produção

A composição dos produtos que consumimos nunca foi tão importante como agora. Cada vez mais clientes baseiam suas decisões de compra nos materiais com que os produtos são feitos, sua origem e os processos que seguem antes de chegarem às suas casas.

A busca por produtos de boa qualidade, cuidado com o meio ambiente, saúde e consumo ético são os motivos pelos quais cada vez mais as pessoas pedem transparência sobre o que compram. Principalmente no setor de moda.

Portanto, oferecer transparência aos seus clientes neste momento fará com que seu público o perceba como uma loja honesta. Portanto, se seus tecidos possuem alguma certificação orgânica, foram dermatologicamente testados ou passaram por testes de lavagem, as descrições de seus produtos devem levar isso em consideração.

3. Projeto

Um bom design é sempre mais fácil de ver e dá aos produtos (e marcas) uma personalidade única. Especialmente quando se trata de roupas ou acessórios.

Desenhos atraentes ajudarão você a obter suas primeiras vendas e serão decisivos para dar ao seu negócio uma identidade de marca original e inconfundível.

Para fazer seu público-alvo se apaixonar por suas peças, seguir sua intuição pode ser um bom começo, mas nada como observar seu público. Aqui estão algumas ideias:

● Procure inspiração e tendências nas redes sociais. Pinterest, Instagram, TikTok e YouTube serão seus melhores aliados.
● Tente descobrir quais são os produtos estrela de seus concorrentes. Não para imitá-los, mas para ter uma ideia do que o seu nicho de mercado gosta. As imagens que partilham nas suas redes sociais e os produtos com mais e melhores comentários nas suas páginas são apenas algumas fontes de informação.
● Siga contas e hashtags relacionadas ao estilo de vida do seu nicho. Identifique influenciadores e referências dentro do seu setor para se manter atualizado com o tipo de produtos e os designs que eles usam. Da mesma forma, procure as hashtags com as quais você pode aprender com seu público.

Quer levar a experiência do seu cliente para o próximo nível? Aposte na personalização das embalagens das suas encomendas com um design único que representa a sua loja. Existe uma maneira melhor de entrar em suas casas? Desembalar será um prazer!

4. Estilo de vida

Como fazer seu público se identificar com sua marca? Quando seus produtos projetam um estilo de vida e valores relacionados aos do seu público-alvo, criar uma conexão especial com eles fica muito mais fácil.

Estes são os benefícios de criar uma comunidade em torno de sua marca:

● Maior engajamento com seu público.
● Sensação de pertencer.
● Comunicação mais fluida e genuína com seus seguidores.
● Visibilidade dentro do seu nicho.
● Conhecimento e reputação da marca.
● Fácil de reter seus clientes.

Sem dúvidas, tudo isso é uma boa notícia para o marketing digital do seu e-commerce, mas nem sempre é fácil chegar a esse ponto. Aqui estão algumas ideias com as quais você pode ativar esse vínculo emocional:

● Envolva-se com seu público através do seu conteúdo ou do deles.
● Incentive usuários de destaque em sua região oferecendo-se para se tornarem embaixadores da marca ou participar de programas de marketing de afiliados.
● Use a narrativa da marca para contar sua história ou como você desenvolveu seu projeto mais recente.
● Humanize seu negócio apresentando a equipe de pessoas por trás dele ou mostrando seus produtos você mesmo.
Mostre como eles atendem a necessidades reais, recriando situações cotidianas ou em que seus consumidores podem se ver refletidos.

5. Preço

Geralmente é um erro bastante comum entre os empresários pensar que a única maneira de entrar no mercado e se firmar é oferecer preços baixos. E isso porque competir pelo segmento mais barato: (a) está disponível apenas para poucas (e grandes) empresas e (b) vai obrigar você a cortar custos, às vezes sacrificando a qualidade de seus produtos ou serviços.

Encontrar a melhor relação custo-benefício entre seus fornecedores é a base de um negócio de sucesso. Isso permitirá que você:

● Defina um preço de venda que seus clientes estão dispostos a pagar.
● Cubra seus custos de forma equilibrada.
● Garanta uma margem de lucro que você possa usar para reinvestir em seu negócio ou simplesmente receber como lucro.

Mesmo assim, é compreensível que você queira oferecer diferentes faixas de preço em sua loja virtual para atrair consumidores com orçamentos diferentes. Essa estratégia permitirá, inclusive, impulsionar o upselling e o cross-selling e, assim, aumentar o valor médio do seu carrinho de compras. Para isso:

● Crie diferentes gamas de produtos. Por exemplo, uma linha básica e uma linha premium, que você pode diferenciar por seus materiais, acabamentos ou designs.
● Introduzir itens que podem ser consumidos juntos. Digamos que você tenha uma loja de moda praia. Se o seu produto estrela são biquínis, de que está à espera para adicionar chinelos, toalhas e bolsas de praia ao seu catálogo?
● Crie coleções por estilos. Seguindo o exemplo anterior, será uma boa ideia oferecer designs coordenados para poder combinar chinelos e toalhas. O que você acha de uma coleção minimalista, outra tropical e uma terceira mais boho?

Bonés e chapéus são um produto relativamente barato e altamente versátil para uma ampla variedade de públicos. Basta pensar em um design especial que se adeque ao seu público e agregue valor a um acessório indispensável como esse, e prepare-se para o sucesso!

6. Promoção fácil

Quanto tempo e recursos você terá para investir em sua estratégia de marketing para promover seus produtos? Eles são fáceis de entender ou você precisará criar muito conteúdo para torná-los conhecidos do seu público-alvo?

Fazer um esforço extra para dar a seus produtos um nicho no mercado exigirá mais tempo gasto e um orçamento de publicidade maior. E embora seja um aspecto muito importante a ter em conta, não se deve descartar um produto inovador apenas por este motivo.

Você ficaria surpreso com todos os recursos gratuitos ou de baixo custo que você pode aproveitar e as campanhas de mídia social que você pode executar com um orçamento apertado.

7. Fácil produção e logística

Mesmo que você tenha decidido iniciar seu próprio negócio sozinho, certamente em um ponto ou outro da sua atividade você precisará trabalhar em equipe com outras pessoas e empresas. Encontrar fornecedores e distribuidores confiáveis ​​e decisivos é o primeiro elo de uma cadeia de sucesso.

Antes de abrir a sua loja online, terá de resolver, entre muitas outras, estas importantes questões:

● Quanto tempo seus fornecedores levam para atender seus pedidos?
● Quanto volume e com que frequência você precisa fazer pedidos de seus fornecedores?
● Você é obrigado a fazer um pedido mínimo?
● Quanto de estoque de produtos você precisa para começar?
● Que capacidade de armazenamento você tem e qual é o custo de mantê-la ou aumentá-la?
● Quanto tempo leva para o seu parceiro de logística processar e enviar seus pedidos?

Para quem inicia no mundo do comércio eletrônico e não está muito ligado nessas questões (ou simplesmente não quer se complicar), o aplicativo Gira é uma solução bem flexível. É um modelo de negócio através do qual você consegue ter acesso a diversos fornecedores de roupas que entregam os produtos em sua porta. E o melhor? Você paga apenas um frete pela entrega!

Tendo a liberdade de escolher sua mercadoria em quantos fornecedores desejar e no final, pagar um único valor de frete. Não é o máximo? Acesse o site do Gira para mais informações e para ficar por dentro das novidades!

1

Pode ser do seu interesse

Como gravar DVD

Como gravar DVD

2ª via de conta Vivo

2ª via de conta Vivo

Currículo para Primeiro Emprego | Modelo

Currículo para Primeiro Emprego | Modelo

Limpar panelas? Aprenda á fazer da forma certa!

Limpar panelas? Aprenda á fazer da forma certa!

Receita de Torta de Maçã

Receita de Torta de Maçã

Frases para o Facebook engraçadas

Frases para o Facebook engraçadas